Capitão e titular absoluto do Sertãozinho durante todo o Paulistão A3, Nildo desfalcou o time justamente na final da competição por ter sofrido o terceiro cartão amarelo. Das arquibancadas assistiu seus companheiros serem derrotados por 2 a 1 pelo Rio Preto, mas garantirem o título por terem vencido o jogo de ida por 2 a 0. Além da taça, o volante levou a melhor sobre seu irmão Ermínio, atacante da equipe vice-campeã.

Sem poder entrar em campo, o jogador teve um dia de torcedor. “Foi muito complicado pra mim. Acompanhei meus companheiros, fui para o estádio, mas infelizmente não pude ajudar. Fiquei o tempo todo com pensamento positivo para dar tudo certo. Quando tomou o segundo gol pensei que estava difícil, mas não impossível. Foi a partida toda acreditando que poderíamos fazer o gol que daria o título”, disse.

Se ficou angustiado quando o placar apontava 2 a 0 para o adversário, no momento em que Felipe balançou as redes pelo Sertãozinho, o sentimento mudou. “Antes de a bola entrar ainda bateu na trave. Fiquei bastante feliz, porque o jogo estava muito difícil para nós. Tomamos dois gols no início e eles estavam muito bem no jogo. O professor foi feliz no segundo tempo quando voltou com mais um atacante e conseguiu pôr o time pra frente para buscar o titulo”, comentou.

Artilheiro do campeonato com 14 gols, Ermínio não conseguiu balançar as redes, para a felicidade de Nildo, que revelou ter conversado com o irmão após o embate. “Quando acabou eu consegui falar com ele. Agradecer por tudo e tirar um pouco de sarro também. Mas, independentemente do resultado, fomos vencedores de conseguir o objetivo maior que era esse acesso, então foi uma festa. É algo muito especial, porque foi a primeira vez que disputamos uma final em família”, revelou.

Como o volante estava suspenso, a braçadeira de capitão foi para o zagueiro Fred. Após a partida, no entanto, ambos levantaram o troféu dourado. “Meus companheiros, quando acabou o jogo, passaram a faixa para mim, pra eu poder levantar a taça. O Fred que estava como capitão me chamou e erguemos juntos”, finalizou.

Como não disputará a Copa Paulista, o Sertãozinho só retorna as atividades do futebol profissional na próxima temporada, quando jogará o Paulistão A2 Itaipava.

Matéria: FPF – Federação Paulista de Futebol

Comentários

Deixe uma resposta