O último sábado (14) foi especial para o Sertãozinho. Depois de vencer o jogo de ida da final do Paulistão A3 por 2 a 0, o clube foi até o estádio Anísio Haddad, onde enfrentou o Rio Preto e conquistou o título de campeão do torneio. A taça veio com um revés por 2 a 1, mas nada que tirasse a empolgação de Serrão.

O treinador conquistou seu segundo acesso com o clube. O primeiro veio em 2009, quando subiu da Série A2 para a elite. Na outra oportunidade, no entanto, a conquista não veio como campeão. O comandante analisou a grande final. “Foi uma emoção muito forte. Uma partida extremamente complicada, onde a gente sabia da dificuldade que iríamos enfrentar. Felizmente teve uma arbitragem que soube conduzir o jogo e conseguimos o resultado na primeira partida. O Rio Preto mereceu vencer o segundo jogo, mas nós merecemos o título”, disse.

Um dos heróis foi o atacante Felipe, que não era considerado titular absoluto, mas virou protagonista nas finais, com um gol em cada partida. Segundo Serrão, o atleta foi fundamental. “Sempre acreditei nos meus jogadores. Quando cheguei vários estavam encostados. Fui dando oportunidade e eles foram se firmando. Ele foi muito importante nos últimos jogos. O Alemão é outro exemplo disso. Os jogadores entenderam a proposta e aceitaram. Se trata de um grupo muito forte e unido, sem problemas. Fomos campeões com todos os méritos”, comentou.

Após assumir o clube na 12ª rodada, quando ocupava a nona posição, o comandante conseguiu arrancar para o acesso. Segundo ele, vários fatores colaboraram para isso. “Muita coisa ajuda, como a identidade com a cidade, o torcedor e o time. Além dos jogadores entendendo o que você quer. É necessário ser transparente e honesto”, analisou.

Grande campeão do Paulistão A3, o treinador revelou que a taça foi direto para o mandatário do clube. “A taça já foi pra sala do presidente merecidamente. Porque ele investiu no time e nada mais justo, mas eu tirei várias fotos com ela, deu pra aproveitar bem. No sábado, quando passei perto dela antes do jogo, eu pensei comigo que já era nossa, que ninguém iria tirar de nós e felizmente foi assim”, finalizou.

Como não participará da Copa Paulista no segundo semestre, o Sertãozinho não contará com futebol profissional no segundo semestre, no entanto, segundo o técnico, já existe um acordo verbal com o presidente para retornar para a disputa do Paulistão A2 Itaipava da próxima temporada.

Matéria: FPF – Federação Paulista de Futebol

Comentários

Deixe uma resposta