Sertãozinho Futebol Clube - História
Escudo Sertãozinho F.C PQUENO .

Sertãozinho FC

Presidente

Antonio Aparecido Savegnago

1º Vice-Presidente

Tiago Toniello

2º Vice-Presidente

Antonio Eduardo Toniello Filho

Diretor de Marketing

Tcharles Bighetti

Diretor de Futebol

Antonio Carlos Pereira (TimTim)

Diretor de Futebol

Eduardo Bernardino Mucci (Duda)

História

O futebol chegou a cidade de Sertãozinho no final do século XIX, trazido por ingleses. As partidas, eram realizadas no Largo São Sebastião, onde hoje se encontra o complexo cultural da cidade, Museu, Biblioteca Municipal e Casa da Cultura.

Entre as primeiras equipes da cidade, podemos citar União, XV de Novembro (que mais tarde se fundiram como Internacional), Sertanezino, Operário, Mogiana, Palestra Itália, Sete de Setembro, Jaú, Sertãozinho, Guarani e Aliança Liberal.

O Sertãozinho FC foi fundado oficialmente no dia 6 de agosto de 1944. A criação surgiu após uma reunião entre um grupo de esportistas da cidade. O primeiro presidente foi Enéas Sílvio Bordin e a equipe logo começou a participar dos campeonatos amadores da Liga Ribeirão Pretana de Futebol, à qual era filiada.

O primeiro título foi conquistado em 1954, quando o Sertãozinho FC dividiu a taça de ‘Campeão Amador da Liga’ com o time da cidade de Cajuru. Dois anos mais tarde, o time conquistou o ‘Torneio Cinquentenário de Sertãozinho’.

No início dos anos 60, uma crise fez o clube fechar as portas. No entanto, em 1969, pouco depois da inauguração do Estádio Frederico Dalmaso, um grupo de empresários liderados por Antonio Eduardo Tonielo fez com que o Sertãozinho FC ressurgisse. Logo de cara, a equipe conquistou os títulos da recém-criada ‘Liga Sertanezina de Futebol’ e da ‘Liga Araraquarense’, vencendo os times do Botafogo/SP e Bebedouro, respectivamente. Profissionalizado, o Sertãozinho FC passou a disputar o Campeonato Paulista em 1970. No primeiro ano, perdeu o acesso em uma decisão polêmica contra o Rio Branco de Ibitinga. Mas, em 1971, conquistou o título sobre o Rio Claro e o direito de disputar a ‘Primeira Divisão’ (atual Série A2).

Uma nova crise financeira levaria o clube de volta à ‘Terceirona’ no final dos anos 70. Porém, em 1982, o Sertãozinho FC já estava de volta à Segunda Divisão e por duas vezes esteve bem próximo do Paulistão. Em uma delas, em 1986, o time tinha como presidente o Comendador Alcídio Balbo e no campo craques como Baroninho, Vidotti, Rosemiro, Maxwell e Brecha.

Na metade da década de 90, o Sertãozinho FC viveu sua pior fase, chegando a disputar a Série B1-B (equivalente à Quinta Divisão). Foi aí que surgiu a dupla de empresários José Alberto Gimenez e Antonio Aparecido Savegnago. Com o primeiro na presidência, o time ganhou o acesso à Série B1.

A partir de 2000, com a eleição de Gimenez para a prefeitura de Sertãozinho e a entrada de Toninho Savegnago na presidência do Sertãozinho FC, o time passou a acumular seguidos acessos, até conquistar o inédito direito de disputar o Campeonato Paulista da Série A1

O primeiro acesso ao Paulistão veio em 2006. Na ocasião, o Touro foi vice-campeão da série A2. Em 2007 e 2008, o Sertãozinho disputou a primeira divisão. Foi rebaixado à A2 novamente em 2008. Na temporada de 2009, novamente o Touro voltou a primeira divisão.

No Paulistão de 2010 caiu para a A2. Em 2011, foi rebaixado à série A3, onde permaneceu até 2016, temporada coroada com o acesso e o segundo título grená na competição. Em 2017, 2018 e 2019, o Touro dos Canaviais disputou o Campeonato Paulista da Série A2, divisão que atualmente se encontra.