Não há dúvidas de que o goleiro é uma das posições mais exigidas do futebol. Pensando nisso, o Sertãozinho Futebol Clube acertou com o experiente preparador de goleiros, Francis de Castro, para comandar o trio de arqueiros na disputa da Série A2 do Campeonato Paulista de 2020.

Castro passou por diversos clubes, como Ipatinga, Mirassol, Vasco e, o mais recente, São Caetano. No Sertãozinho, ele segue a segunda semana da pré-temporada. Conhecedor da divisão, ele revela o motivo do acerto com o Touro.

“Tive contato com o Duda (diretor de futebol). Falei com ele aproximadamente cinco minutos. Eu conheço o Sertãozinho, já joguei contra. Conheço a divisão, a cidade e o entusiasmo do clube no tão sonhado acesso. Isso me motivou e também facilitou para eu aceitar o desafio”, contou.

 

Sob o olhar de Castro, João Guilherme, Matheus Tolentino e Renan Pastre treinam forte para tentar garantir a titularidade. Para o preparador, o tempo de preparação que corresponde, aproximadamente, três meses de trabalho até o início da competição, pode fazer a diferença.

 

“A gente tem muito tempo para trabalhar, mais do que imaginamos. Temos uma programação alinhada para não encavalar treinos e, consequentemente, evoluir de forma gradativa”, disse o ex-goleiro, que já teve passagens por Mirassol, Linense, Goiás, Suiça e São Paulo.

Com três arqueiros à disposição, Francis revela o perfil de cada um.

 

“O João Guilherme é uma realidade hoje, jogador de mercado com uma boa minutagem. O Renan está saindo de ser uma promessa para se tornar realidade, com uma formação muito boa num grande clube, o Santos. E o Matheus é um atleta a ser explorado, com grande qualidade e que precisamos transferir essa qualidade para o campo de jogo”.

 

Foto: Luciano André / Sertãozinho F.C.


Comentários

Deixe uma resposta