O município volta, após 23 anos, a ser um dos palcos da Copa São Paulo de Futebol Jr., maior e mais importante competição de futebol de base do País. Com a missão de representar à altura a história e tradição de clube e cidade homônimos, o Sertãozinho iniciou no mês de agosto os trabalhos de sua categoria Sub 20.

 

COMISSÃO TÉCNICA

 

À frente da equipe, está o técnico Lúcio Borges, de 29 anos. Graduando em Educação Física, trabalhou no futebol mineiro, em clubes de formação e na base do Boa Esporte – sub 17; e, em São Paulo, onde dirigiu o sub 20 do Rio Branco (Americana) e do Jaguariúna FC. Também trabalhou como assistente do profissional no Boa Esporte, na comissão do técnico Sidney Moraes.

Lucas Menezes – Fumaça é o auxiliar técnico. Tem 29 anos, também com experiência no futebol de Minas e nos clubes paulistas Rio Branco e Jaguariúna; é graduando em Educação Física, fez estágio na base do Corinthians e o Sertãozinho é o quarto clube onde trabalha ao lado do técnico Lúcio Borges.

 

Rildo Costa dos Santos é o preparador físico. Tem 43 anos e foi campeão paulista Sub 20/2ª Divisão pelo Elosport; com passagens pelo profissional do Ituano, Palmeirinha e Pirassununguense; na base, trabalhou, ainda, no Taboão da Serra e Saltense.

 

Alexandre “Rufino”, 36 anos, é o preparador de goleiros. Coleciona bagagem no futebol de base (Saltense, Ituano e Desportivo Brasil) e profissional (Poços de Caldas, Tricordiano, Primavera e Patrocinense).

 

Cafu Santos, 62 anos, é o mordomo. É de Itu (SP) e já desempenhou diferentes tarefas no futebol; outros profissionais, como fisiologista e analistas de desempenho, serão incorporados à comissão nos próximos dias.

 

A categoria Sub 20 é fruto de parceria selada entre a diretoria do Sertãozinho Futebol Clube e a empresa Salto Sports – Marketing e Desenvolvimento Esportivo, cuja sede é em São Paulo. Tem grande parte do elenco formada por jogadores oriundos da cidade, região e categorias menores do Touro.

 

“Assim como sou criterioso ao montar um elenco, também o sou na composição da comissão. Junto à diretoria da Salto Sports e do Sertãozinho, buscamos profissionais competentes, experientes, antenados às demandas do futebol moderno. Não por acaso, o trabalho tem sido bem feito e o time tem correspondido às expectativas”, analisou o técnico Lúcio Borges.

 

Pela ordem: Rildo (preparador físico), Rufino (preparador de goleiros), Cafu (mordomo), Lucas Fumaça (auxiliar técnico) e Lúcio Borges (técnico).


Foto: Sertãozinho F.C.

Comentários

Um comentário

Deixe uma resposta