< Voltar
FOTO: Luciano André / Sertãozinho F.C.

Os jogadores do Sertãozinho adotam o mesmo tom quando o assunto é poder de reação do Touro dos Canaviais na Série A2. A vitória de virada, por 4 a 3, contra a Inter de Limeira, só reforça o discurso.

Nesta competição, a equipe já precisou se superar algumas vezes. Após duas derrota nas duas primeiras fases, o Sertãozinho foi a Osasco e venceu o Audax por 3 a 2, em um jogo com duas viradas grenás. O gol da vitória, por exemplo, foi marcado por Magrão, aos 43 da etapa final.

Após esse triunfo, foram mais duas vitórias consecutivas e tranquilidade na tabela. Mesmo com o revés em casa para o Guarani, a equipe não perdeu o foco. Houve a troca do técnico Ruy Scarpino por José Carlos Serrão.

Mais uma vez era preciso reagir. E o Sertãozinho reagiu. Quatro jogos com o novo técnico e nenhuma derrota. Neste período foram uma empate contra o Água Santa em casa, com gol aos 45 do segundo tempo e quase a virada aos 47; uma vitória fora de casa contra o Rio Claro, com gol nos acréscimos, uma goleada por 4 a 1 em cima do XV de Piracicaba em casa e uma heroica vitória contra a Inter de Limeira, na rodada passada.

O volante Alê acredita que este poder de reação que o Sertãozinho demonstra na competição pode levar o clube ao Paulistão do ano que vem. “A nossa equipe está de parabéns pelo empenho e poder de reação. Todos nós sonhamos com o acesso, mas ainda há jogos decisivos, temos que ser firmes e continuar trabalhando em busca do objetivo”, disse.

Nesta quarta, o Touro encara o líder São Bernardo, no Estádio Primeiro de Maio. A partida está marcada para às 20h. Na tabela, o Sertãozinho está em terceiro, com 19 pontos e o Bernô tem 22. Em caso de vitória grená, e tropeço do Guarani, que encara a Inter de Limeira, fora de casa, o time sertanezino pula para a liderança da competição.