< Voltar
FOTO: Tamiris Dinamarco

 Sertãozinho e Rio Claro farão, neste domingo, um jogo emocionante pela última rodada da Série A2 2017. Às 16h, no Estádio Doutor Augusto Schimidt Filho, em Rio Claro, as duas equipes decidem uma das vagas para a semifinal da competição.

 O Galo Azul depende apenas dele para se classificar. Já o Touro precisa vencer e torcer por um tropeço do Bragantino, que, em casa, joga contra o Votuporanguense.

 Separamos três momentos históricos da história entre Sertãozinho e Rio Claro. O primeiro, as duas partidas da final do Campeonato Paulista da 2ª Divisão de 1971/72, atual Série A3. Depois, relembraremos os dois confrontos pelo quadrangular final da Série A2 de 2006. Por fim, um jogo amistoso e comemorativo entre as duas equipes em 2009, após acesso de ambos ao Paulistão. Confira.

Campeonato Paulista da 2ª Divisão 1971/1972

 No início dos anos 1970, o Touro dos Canaviais passava por uma fase de reestruturação. Logo nos primeiros anos, um título estadual da segunda divisão (atual Série A3), coroava esse bom momento. O adversário na decisão era o Rio Claro.

 As duas partidas da grande final da competição foram disputadas no Estádio Conde Rodolfo Crespi, a famosa Rua Javari, em São Paulo. O campeonato teve início em 1971, mas só terminou em 1972. Os dois jogos terminaram com vitória Grená por 1x0. No primeiro confronto, em 27 de fevereiro, Antoninho marcou para o Touro. No segundo duelo, em 5 de março, o gol foi de Luiz Carlos Guatelli.

Campeonato Paulista Série A2 2006

 Na campanha do primeiro acesso ao Paulistão do Touro e do Galo Azul, as duas equipes fizeram dois embates inesquecíveis pelo quadrangular final da competição. No mesmo grupo, ao lado de Palmeiras B e Taquaritinga, Sertãozinho e Rio Claro se enfrentaram no dia 3 de maio, no Fredericão. A partida terminou em 2x1 para o Grená, com gols de Marlon e Cleyton Mineiro.

 Duas semanas depois, em 17 de maio, uma quarta-feira, o confronto mais lembrado por todos os torcedores grenás. Em Rio Claro, a expectativa era grande por um acesso inédito e em casa do Galo Azul. O prefeito decretou feriado na cidade e todos foram ao estádio para o duelo direto contra o Sertãozinho, que também brigava para subir naquele dia. O Rio Claro precisava apenas vencer. O Touro tinha que conquistar a vitória e torcer por uma combinação de resultados.

 Em uma partida emocionante, o Sertãozinho venceu por 3x2. Gil marcou o primeiro para o Touro. Luciano empatou e virou para os donos da casa. Marcinho Batista igualou o placar para o Grená e Gil virou já no final da partida, com um gol de letra, garantindo a vitória sertanezina.

O Sertãozinho não conquistou o acesso naquele dia, adiado para a rodada seguinte, quando venceu o Taquaritinga por 2x0 em casa.

Jogo comemorativo em 2009

 Companheiros de acesso em 2006, Sertãozinho e Rio Claro subiram juntos novamente ao Paulistão em 2009. Em grupos diferentes, não se enfrentaram na fase final e decisiva.

 Porém, um jogo amistoso e festivo entre os dois times marcou muito a lembrança dos torcedores grenás, em 7 de junho de 2009. Isso porque a festa oficial do acesso do Touro foi interrompida após um acidente grave com o trio elétrico que levaria a delegação sertanezina e torcedores ao Fredericão, após a chegada da viagem de Araras, onde o Sertãozinho subiu ao empatar em 0x0 com o União São João.

 Na festividade, apitada pela árbitra Ana Paula Oliveira, o placar foi 2x2, com gols de Fred e Marcinho Beija-Flor para o Grená, e a festa mesmo foi toda para o Sertãozinho e seus torcedores.